Fique conectado

Saúde

Escova de dente para gatos. E gato escova dente?

Fabiana Raggi

Publicado

em

gato-escova-dentes

Escova de dente para gatos, qual a melhor usar e como adaptar o animal à escovação? Escovar os dentes dos felinos é um dos maiores desafios que os tutores desta espécie. Muitos, inclusive, desconhecem a necessidade da escovação dos dentes de nossos amigos felinos.

Sim, gato escova dente!!! Ou, ao menos, deveria escovar.

Os dentes dos gatos, assim como os nossos, devem ser escovados diariamente, porém uma única vez ao dia.

Saiba aqui as 4 DICAS DE OURO que facilitam muito a adaptação e escovação dental em seus animais de estimação.

Escovar dente de gato é importante porque?

Após se alimentarem é formada uma película nos dentes dos gatos, a chamada placa bactéria. Essa placa é gerada pela junção dos restos de alimento, a saliva e as bactérias da própria boca do animal.

Quando não realizamos a escovação dentária, 1 vez a cada dia ou, no mínimo, a cada dois dias, a placa bacteriana se torna capaz de iniciar o processo de inflamação e infecção do dente. Esse processo, além de outros problemas, provoca também o mau hálito em gatos e deixando o gato com bafo e cheiro podre na boca.

Essa inflamação faz com que a superfície dental fique rugosa, assim predispondo o desenvolvimento de tártaro nos animais.

Ao final do processo de inflamação e infecção dental, seu melhor amigo poderá inclusive perder o dente acometido pelo tártaro.

Mas se o meu gato já está com tártaro a escovação é suficiente para reduzir o problema?

Infelizmente, após o início dessa disfunção a escovação não será suficiente para recompor a saúde bucal em seu gatinho.

A partir do início do tártaro apenas a raspagem dos dentes será capaz de restaurar a saúde de seu gato.

Lembramos que é necessário a consulta com um médico veterinário odontólogo para realizar o procedimento de limpeza dos dentes com tártaro. Portanto, evite que você tenha um gato com mau hálito em casa.

Então, como fazer a adaptação da escova de dentes para gatos?

Os gatos, normalmente, são muito ariscos à manipulação, principalmente quando os tocamos na região da face. Por isso, é importante que você tutor utilize essas 4 DICAS DE OURO para que seu amigo felino se sinta mais à vontade à escovação.

1. Comece com carinhos e recompensas:

O primeiro passo é acostumar os seus gatos a receberem carinho na região a ser escovada. Faça carícias todos os dias, durante 10 minutos, até que seu gato se sinta confortável com essa manipulação [normalmente cerca de 1 a 2 semanas].

escova de dente para gatos

2. Manuseie da boca do seu gato:

Quando o gatinho já estiver confortável com o primeiro passo, inicie a manipulação da boca, da seguinte forma.

Enrole um lenço ou gaze no dedo indicador, massageie os dentes do gato e sua gengiva por 10 minutos [1 vez por dia, por 1 semana].

Sempre recompense o seu animal com petiscos ou um agrado/brinquedo após esse processo.

escova de dente para gatos

3. Início efetivo da escovação de dentes para gato:

Após essa semana fazendo a massagem na boca do seu animal é hora de iniciar a escovação.

Em primeiro lugar, pegue a escova de dentes para gatos e use nos dentes da frente, fazendo movimentos circulares. Logo após, faça da gengiva para a ponta dos dentes.

escova-de-dente-para-felinos

4. Último passo: Escovação completa dos dentes do seu gato.

Após mais uma semana fazendo apenas o passo 3, quando o animal já estiver acostumado com a escova de dentes, tente escovar os dentes posteriores utilizando os mesmos movimentos explicados no item anterior [primeiro os circulares e depois da gengiva para a ponta dos dentes].

Quanto mais novo for o seu gato, mais fácil será adaptá-lo ao processo de escovação. Entretanto, mesmo os animais mais velhos podem se adequar bem a esses novos hábitos.

É importante lembrar que a escovação deve continuar desde quando os nossos gatos ainda têm apenas os dentes de leite.

Seguindo essas 4 DICAS DE OURO, observando bem o seu animal e tendo paciência é muito possível que o seu gatinho fique com dentes mais limpinhos a partir de agora!!! Escovar dente de gato é possível e essencial para a saúde de nossos animais.

Mas qual escova de dente para gatos eu devo escolher?

As escovas de dentes humanas, de cerdas ultra macias, são ideais para os animais, já que a gengiva dos gatos é muito sensível. Entretanto, é importante adquirir uma escova com o tamanho de cabeça adequada para o tamanho da boca do seu animal.

Para animais gatos a escova mais adequada é a para bebês de 4 a 24 meses.

Lembre-se que as cerdas da escova de dente para gatos devem ser ultra macias.

Pasta de dente para gatos: qual posso usar?

Primeiro de tudo… nunca utilize pasta de dente humana, pois os gatos não toleram e não devem engolir o sabão. A melhor pasta de dente para gatos é a indicada para animais.

Assim, use creme dental para gatos ou cachorros, pois possuem sabor mais agradável e adequado aos nossos melhores amigos. Essas pastas de dente para gato ou cachorro são as únicas que não prejudicam a saúde de nossos gatinhos.

Mas, caso seu animal não se adapte à pasta dental para gatos, não se preocupe!!! O mais importante é a ação mecânica das cerdas da escova nos dentes. A escova de dentes sem qualquer tipo de pasta já removerá grande parte da placa bacteriana.

Então tutor, atenção a essas importantes considerações finais sobre a escovação dos dentes de seus gatos!!!

Destine 1 minuto de seu dia para escovar os dentes de seus gatos. Além disso, sempre retribua o seu bom comportamento com brincadeiras e petiscos.

NUNCA puna seu gato caso ele não aceite a escovação, pois isso pode traumatizá-lo.

Lembre-se de escovar os dentes do seu gatinho diariamente e ir ao dentista veterinário ao menos uma vez por ano.

Deste modo, prevenirá uma série de possíveis doenças causadas pela falta de escovação dentária em gatos e terá um melhor amigo muito mais saudável.


Médica Veterinária graduada pela Fead-Minas (2009). Pós graduada em Odontologia Veterinária pela FAMESP-SP (2020).

Instagram: @odontoraggipets
Facebook: odontoraggipets


Referência Bibliográfica:

GIOSO, M. A; CARVALHO, V. G. G. Método preventivo para a manutenção da boa saúde bucal em cães e gatos. Clínica Veterinária, 2004.

Gorrel, C; Odontologia em pequenos animais. Rio de Janeiro: Elsevier, 2010. 240p.

Clique para comentar

Deixe uma resposta

%d blogueiros gostam disto: