Fique conectado

Fases da Vida

Como saber se a gatinha cruzou?

Publicado

em

A única forma como saber se a gatinha cruzou, é através do comportamento que ela apresenta. Dessa forma, a análise comportamental não deixa de ser importante na hora de saber se a gatinha cruzou no período fértil.

Entretanto, esse assunto é rodeado de dúvidas entre os tutores. E se esse é o seu caso, você está no lugar certo!

O Clube dos Bichos traz hoje mais um material para responder todas as perguntas de um tutor atencioso como você. Entenda agora como saber se sua gatinha cruzou, quais comportamentos indicam isso, quais exames são necessários e como cuidar da sua amiguinha prenhe.

Você sabe quando sua gatinha está disposta a cruzar?

Antes de mais nada, vamos lembrar como funciona o cio das gatinhas. Também conhecido como ciclo estral, o cio da gata é o período em que as fêmeas estão férteis e propensas a acasalar. Em síntese, o cio é marcado por algumas mudanças físicas e comportamentais, as quais exigem certos cuidados.

Certamente, um desses cuidados é o de evitar ou de impedir que a sua gatinha saia de casa. Afinal, ao sair de casa, ela corre o risco de encontrar um macho no caminho e acabar acasalando. Nesse sentido, tome cuidado com possíveis saidinhas se você não pretende ganhar uma ninhada de gatinhos.

Para compreender melhor os dias de cio da sua gatinha, não deixe de visitar: Gato no Cio: O que é? Quais são as fases? – Clube dos Bichos

A maneira mais fácil de prevenir que a gata não saia de casa é reconhecendo em que dias e épocas acontecem o cio. Assim, quando chegar próximo a data provável, você estará preparado para acolher a gatinha.

Contudo, caso um imprevisto aconteça e a gatinha saia de casa, as chances de prenhez são grandes. Assim, para começar a identificar se a felina está grávida, fique atento a todas as mudanças. Veja mais sobre a seguir.

Comportamentos que indicam que sua gatinha cruzou:

Descobrir se a gatinha cruzou ou não pode levar um tempo. Afinal, será praticamente impossível identificar isso logo após o cruzamento. No entanto, caso você já saiba que sua gata está no período fértil, e que ela eventualmente sai, já é o suficiente observar os próximos dias atentamente.

gatinha-cruzou

Então, tome nota! Os primeiros sintomas de prenhez costumam aparecer logo aos 15 dias depois do acasalamento. Os comportamentos de uma gata grávida podem acabar passando despercebidos. Isso se deve a semelhança se comparados com o cio. Isto é, as gatinhas ficam muito carentes e dengosas, mas também podem ficar estressadas. Com toda a certeza, o tutor deve se comprometer a oferecer amor, mimos e carícias.

A grande diferença entre o cio e a prenhez se dá pelas mudanças físicas. Logo, se atente a elas!

  • Aumento de volume dos mamilos acompanhado de vermelhidão e produção de leite;
  • Inchaço ou dilatação abdominal;
  • Ganho de peso conforme a gravidez evolui;
  • Enjoo seguido de vômito;
  • Urina com odor forte;
  • Miados altos e frequentes;

Ademais, a gestação de uma gatinha pode durar entre 60 a 63 dias (2 meses). Portanto, quanto mais cedo a prenhez for identificada, mais saudável será seu desenvolvimento.

Como confirmar de uma vez por todas se a gatinha cruzou?

Após ter identificado algum dos sintomas e mudanças citadas, procure um veterinário de confiança. O ideal é que o profissional acompanhe a sua gatinha durante a gestação. Ele irá avaliar a saúde dela e realizar devidos exames. Além de claro, orientar você sobre os cuidados necessários.

Existem dois exames que confirmam que sua gatinha cruzou e consequentemente está grávida. O mais simples e rápido se dá pela palpação abdominal da felina. Geralmente é executado entre o 21º e 25º dia de gestação.

Entretanto, o mais confiável e preciso é a ultrassonografia. Esse exame permite um diagnóstico antes mesmo do período aconselhado para palpação.

Por certo, lembre-se de conversar com o veterinário que acompanha o seu animal. Assim, vocês podem decidir qual exame se adequa a situação. Leve em conta o que você quer saber sobre a gestação da gatinha, quais são os possíveis riscos e claro, o seu orçamento.

Então, minha gatinha realmente cruzou, e agora, o que faço?

Se acaso você fez tudo o que foi dito até agora e descobriu que sua gatinha realmente está grávida… Assim, chegou a hora de se preparar para a chegada dos novos membros da família! Além de claro, não esquecer de oferecer uma gestação tranquila para a sua gata.

Agora, confira a lista dos principais cuidados que você deve ter com a futura mamãe de quatro patas. Com certeza sua gatinha ficará feliz e mais tranquila enquanto você cuida dela.

  1. Alimentação: ao longo da gravidez, o organismo da sua gatinha irá exigir nutrientes suficientes para o desenvolvimento dos filhotes. Portanto, uma dieta saudável deve conter proteínas, lipídios, minerais e vitaminas em equilíbrio;
  2. Atividade física: por consequência de uma alimentação mais rica, sua gata pode ficar obesa. Aliás, inclua brincadeiras leves na rotina da felina para mantê-la ativa;
  3. Ambiente seguro: as gatinhas grávidas costumam ficar muito dengosas e sensíveis. Assim, precisam se sentir seguras e amadas no lugar que estão. Arrumar um cantinho confortável e oferecer mimos é sua responsabilidade;
  4. Acompanhamento médico: visitar o veterinário com frequência no período da gestação é indispensável. Afinal, ele é o profissional capacitado para avaliar a saúde da gatinha e dos filhotes.

Você sabia que a sua gatinha pode ter uma gravidez psicológica?

A gravidez psicológica ou pseudociese se trata de uma síndrome que pode afetar algumas fêmeas. Em suma, se dá por uma alteração hormonal durante o fim do período de cio do animal.

Sobretudo, essa síndrome costuma ser rara em gatinhas. Pois essas só ovulam após a fecundação no cruzamento. Entretanto, em alguns casos, a fecundação não ocorre mesmo com a cópula dos gatos. Justamente nessas exceções, a pseudociese pode aparecer.

Os sintomas da gravidez psicológica são os mesmos de uma gestação normal. A gatinha não está realmente grávida, porém age como se estivesse. Portanto, vale ressaltar mais uma vez a importância de realizar exames para confirmar a prenhez da felina.

E aí, facilitou como saber se a sua gatinha cruzou ou não? Esperamos que todas as suas dúvidas tenham sido respondidas! Mas, caso ainda tenha alguma pergunta, sinta-se livre para comentar. Até a próxima!



guilherme rezende

Guilherme Rezende

Médico Veterinário formado pela Universidade Federal de Minas Gerais (UFMG). Pós graduado em Clínica Cirúrgica de Pequenos Animais pela Universidade Castelo Branco (UCB).

Cofundador da Plataforma Clube dos Bichos.

fabiano carregaro

Fabiano Carregaro

Médico Veterinário graduado pela Universidade de Brasília (UnB).
Mestre em Ciências Veterinárias pela Universidade Federal do Rio Grande do Sul (UFRGS).

Cofundador da Plataforma Clube dos Bichos.


Referências Bibliográficas:

Como saber se uma gata está grávida. PURINA, [s.d.].

BUKOWSKI, J. A.; AIELLO, S. Breeding and Reproduction of Cats. Merck
Veterinary Manual, 2016.

C.L.B. Monteiro, V.L.H. Madeira, L.D.M. Silva. Diagnóstico da gestação em gatas. Belo
Horizonte, v.35, n.4, p.385-392, 2011.

PEREIRA, J. L. Estudo Retrospectivo de Pseudogestação em Cadelas e Gatas.
Campina Grande, p. 18-21, 2015.

Clique para comentar

Deixe uma resposta

%d blogueiros gostam disto: