Fique conectado

Fases da Vida

Gato no Cio: O que é? Quais são as fases?

Publicado

em

gata-no-cio

Quem é dono desses pets ou tem a convivência próxima de um, sabe o quanto o comportamento normal de um gato já é algo inusitado. Esses animais tão inteligentes e independentes às vezes até parecem gente. Porém, quando entra um gato no cio, os comportamentos ficam com frequência mais estranhos.

Conviver com uma gata no cio é quase insuportável. Os barulhos costumam ser estrondosos fazendo parecer que ela enlouqueceu. 

O pior de tudo é que diferentemente das cadelas, a gata tem cios mais frequentes. Por isso é importante saber as características do cio, assim como suas fases a fim de antecipar esses momentos mais instáveis e , principalmente, as gestações indesejáveis.

Os ciclos estrais dos gatos no cio.

Ciclo estral é o nome técnico para o cio. É o momento que os hormônios reprodutivos estão numa verdadeira montanha russa. Devido o aumento desses hormônios a gata apresenta diversas alterações fisiológicas e comportamentais.

O cio nos gatos acontece quando a fêmea atinge a maturidade sexual. O primeiro cio de uma gata geralmente ocorre por volta do sexto mês de vida, entretanto o tempo para o primeiro cio dos felinos é variável.

Aliás, existem alguns fatores que influenciam a gata chegar ao seu primeiro cio. Certamente, questões como o peso adequado, alimentação correta, convívio com machos não castrados e também as épocas do ano serão essenciais para que a fêmea desenvolva um ciclo de vida reprodutiva saudável.

A gata apresenta ciclo diéstrico, isso significa que, em geral, o cio da gata ocorre duas vezes por ano. Entretanto, a espécie felina pode ser considerada poliéstrica a depender da região e dos estímulos que recebe, assim apresentando mais que dois cios durante o ano.

Você pode também gostar deste postIdade dos gatos para idade humana: você sabe como calcular?

O ciclo estral das gatas é dividido em 5 fases, sendo eles: Proestro, estro, interestro, diestro e anestro. 

1. Proestro

Essa fase tem uma duração curta de 1 a 2 dias. 

Nesse momento já é perceptíveis algumas alterações no comportamento da gata. De fato os sinais ainda são discretos: ela começa a urinar com mais frequência ou emitir sons diferentes do seu normal.

É provável que o gato no cio começe a se esfregar nos objetos, rodando em volta de si mesma e andando com a coluna mais arqueada. Mas, nessa fase de maneira alguma ela aceita o macho.

2. Estro

Essa é a fase que de fato a gata está no cio. Aqui os comportamentos relatados anteriormente ficam bem acentuados, a fim de chamar a atenção dos machos.

Durante o estro ela aceita a monta, portanto é o momento certo para acasalar os gatos. A princípio, se não acontecer o acasalamento esta fase do ciclo estral dura em média de 7 dias, podendo variar entre 2 a 19 dias.

Nessa fase elas costumam ficar em uma posição bem característica do cio, com o quadril suspenso e as patas estendidas para frente. 

ciclo-estral

3. Metaestro

É a fase entre os dois estros/dois cios. Por exemplo, se a gata entra no cio e não acasala, ela fica um curto período na fase do metaestro e volta para início do ciclo. 

A fase dura em média de 7 dias. 

4. Diestro

Nesta fase a gata não aceita mais a companhia do macho para o acasalamento, certamente esse é o principal comportamento que devemos observar durante o ciclo do cio da gata.

O diestro não gestacional, na gata, dura 15 dias. Caso ela tenha iniciado o período gestacional esse irá durar 63 dias.

Você pode também gostar deste postGato recém-nascido: Como cuidar e alimentar? Posso dar leite ou papinha?

5. Anestro

É a pausa do ciclo estral da gata pode ocorrer por diversos fatores. Em um animal saudável e em fase reprodutiva tem forte influência do ambiente, por isso é mais comum de acontecer no inverno e épocas úmidas e frias. 

As outras causas de falta de ciclo estral (anesto) em gatas será assunto para um outro post aqui no CLUBE DOS BICHOS.

Sinais da gata no cio

Durante o período do cio a gata fica mais carente, manhosa, buscando sempre por atenção. Elas costumam levantar a cauda e se esfregar em qualquer objeto.

A urina fica com cheiro mais forte e a fêmea passa a urinar fora da caixa, isso acontece como forma de demarcar o território e também atrair possíveis machos da região para o futuro acasalamento. 

Durante o cio ocorrem fugas com mais frequência, por isso é importante saber identificar quando sua gata está no cio para tentar evitar que ela saia na rua. Além disso, é importante telar a sua casa ou apartamento para evitar os riscos que os bichanos correm quanto tem acesso à rua. 

sil-de-gata

E aí, gostou de conhecer os principais aspectos do gato no cio? Já está pensando em quanto tempo sua gatinha pode ter os primeiros filhotinhos? Esperamos que sim! 

Aliás, você pode conferir também outros assuntos sobre o cruzamento entre cães no Clube dos Bichos, como: Como saber se a gatinha cruzou? Gato no cio o que fazer para acalmar?Esperamos você no próximo post!


guilherme rezende

Guilherme Rezende

Médico Veterinário formado pela Universidade Federal de Minas Gerais (UFMG). Pós graduado em Clínica Cirúrgica de Pequenos Animais pela Universidade Castelo Branco (UCB).

Cofundador da Plataforma Clube dos Bichos.

fabiano carregaro

Fabiano Carregaro

Médico Veterinário graduado pela Universidade de Brasília (UnB).
Mestre em Ciências Veterinárias pela Universidade Federal do Rio Grande do Sul (UFRGS).

Cofundador da Plataforma Clube dos Bichos.


Referências Bibliográficas:

  1. Hafez, E. S. E. e Hafez, B. Reprodução Animal. 7ª Edição. 2004.
  2. da Silva, E. I. C. Fisiologia do Ciclo Estral dos Animais. Departamento de Zootecnia – UFRPE. Embrapa Semiárido e IPA. 2020.
Clique para comentar

Deixe uma resposta

%d blogueiros gostam disto: