Fique conectado

Sem classificação

Cachorra menstrua?

Publicado

em

cachorra-menstrua

O sangramento que nossas cadelas apresentam ainda segue sendo uma incógnita para muitos tutores. Normalmente, eles não sabem como funciona o organismo das peludinhas, por isso ficam perdidos quando a cachorra menstrua.

Aliás, a menstruação da cadela é uma das características que dificulta que mais tutores busquem adotar cães do gênero feminino. Aí não dá, né? Afinal, quando sabemos o que fazer quando a cachorra menstrua podemos adotar medidas que visem passar por esse momento incômodo de modo mais tranquilo. 

Por esse motivo, hoje, o Clube dos Bichos vai te explicar tudo sobre o cio das cadelas. Vem com a gente!

Cachorra menstrua? Saiba quais são as diferenças em relação à espécie humana.

A primeira informação que você deve saber é que certamente não podemos falar que o sangramento torne a cadela menstruada, como na espécie humana. Mas porque?

Com os humanos e primatas no geral, a menstruação representa a descamação do endométrio, membrana que cobre a parede interna do útero, quando não há fecundação.

Isso não acontece na espécie canina, pois quando a cadela não é fecundada, o endométrio passa por um processo de reabsorção. Portanto, as cachorrinhas não menstruam. Mas, então, o que é o sangramento das cadelas?

A “cadela menstrua” quando se prepara para o cio.

O ciclo das cadelas não pode ser chamado de ciclo menstrual, e sim de ciclo estral. E o sangramento corresponde não à menstruação, mas sim a um aumento do fluxo sanguíneo causado pelos hormônios das cachorrinhas. 

Com o fluxo sanguíneo aumentado, os vasos sanguíneos vaginais se rompem, causando assim os sangramentos. Isso ocorre sempre na fase anterior ao período fértil. Vamos te mostrar agora quais são as fases que compõem o ciclo estral das cadelas.

Saiba mais sobre cada fase do ciclo estral das cadelas em: Cachorro no cio: O
que é? Quais as fases do cio?

Duração do ciclo estral na cadela.

O ciclo menstrual completo das cadelas dura pouco mais de sete meses, portanto ela pode ter entre um e dois ciclos por ano, normalmente. Mas vale lembrar que algumas variáveis podem contribuir com o aumento ou a diminuição do número e a duração dos ciclos, como alimentação, porte do animal, raça, comportamentos socioambientais e outros. 

Sendo assim, quantos dias a cachorro fica menstruada? A cachorra menstrua muito poucos dias por ano. O normal é ocorrer o sangramento na cadela durante cerca de 10 dias, ou seja, a cadela fica menstruada, em média 5 dias em cada ciclo estral.

Com quantos meses a “cachorra menstrua” pela primeira vez?

O início dos ciclos marca a chegada à maturidade sexual das cadelas. E cada cachorra pode alcançar a maturidade em uma idade diferente. 

Cadelas de pequeno porte tendem a chegar à maturidade sexual antes, em torno de sete a dez meses de vida. Já cadelas de grande porte tendem a demorar mais, podendo isso acontecer até os dois anos de vida. 

Porém, saiba que uma gravidez durante os primeiros dois ciclos da vida de sua amiga não é benéfica para a saúde dela. Isso porque o corpo dela ainda não está completamente preparado para receber uma gestação, como vai estar em alguns anos. Evitar que ela cruze nesse momento é sempre o mais indicado. 

E, diferentemente das mulheres humanas, os ciclos das cadelas podem durar até o fim da vida, não existindo um período de menopausa ou algo do tipo.

Sintomas e comportamento quando a “cachorra menstrua”. 

O sangramento na cadela é apenas um dos sintomas da fase proestro. 

Então, nesta fase, há uma descarga de sangue na vagina das nossas cadelas, órgão que também fica muito inchado, com vermelhidão e até mesmo escurecido.

Para além dos sintomas físicos, certamente ao falarmos sobre comportamento, percebemos que quando a cachorra fêmea menstrua, ela se torna frequentemente inquieta ou mesmo agressiva. Isso porque o organismo delas está se preparando para a ovulação e ela não está receptiva aos machos.

Aliás, conforme o período fértil da cadela avança, elas tendem a lamber bastante a região genital. Não se preocupe, pois esse é um sintoma comum, bem como a carência e a agitação.

Entretanto, é importante que o tutor(a) fique atento(a) pois o excesso de lambidas pode gerar feridas, caso ocorra com a sua cadelinha procure logo o atendimento médico veterinário.

cachorra menstrua

O acasalamento

Na fase estral, a sua cadela estará atraindo intensamente os machos por conta do cheiro que ela exala no período fértil. Então, se você não desejar o acasalamento, é importante evitar a aproximação de outros cães.

Nas outras fases, principalmente no proestro e diestro, sua cadela estará bastante arredia em relação aos machos. Evite que ela encontre com outros animais nesses momentos, especialmente para evitar longas brigas.

Você também pode gostar deste post: Cachorro pequeno para apartamento – Indicações.

Mas o que fazer quando a cachorra menstrua?

Como você pôde perceber, o ciclos das cadelas oferecem a elas períodos de instabilidade e muito desconforto. Você pode ajudá-la com alguns cuidados: 

  • Fraldas e absorventes caninos: existem fraldas e absorventes caninos que podem ajudar bastante. Elas são liberadas, mas não esqueça de trocá-las pelo menos duas vezes por dia, evitando contaminações, e deixe alguns momentos de respiro para que ela possa urinar e defecar. 
  • Alimentação e hidratação: dê atenção redobrada à alimentação e a hidratação da cadela nessa situação. Ela precisa de um teor nutritivo maior, então aposte em rações de qualidade. 
  • Carinho e cuidado: agressividade, carência e agitação são comuns nesta fase. Respeite esses sintomas e, sobretudo, aumente o carinho e o cuidado com sua amiga nesses períodos!

Com quantos anos a cadela para de menstruar?

As cadelas, conforme envelhecem passam a apresentar dificuldades em manterem um ciclo estral regular. Com aproximadamente 7 anos de vida as cachorras passam a apresentar além de ciclos irregulares, também maior possibilidade de terem ninhadas menores, problemas no parto ou mesmo filhotes com defeitos genéticos.

Além disso, a partir dessa idade, aumenta-se bastante os riscos de doenças do sistema reprodutivo da cadela. Assim, a partir dos 7 anos de vida, as cachorras apresentam maior probabilidade de apresentar tumores e cistos nos ovários, e também tumores e infecções no útero, a famosa piometra.

Portanto, caso sua cadela ainda menstrue após essa idade o ideal é você não deixar que ela cruze e pensar em castrá-la, já que o risco de uma gestação na cadela com essa idade ou superior é muito elevado.

A castração evita que a cachorra menstruar?

Muitos não sabem, mas a castração impede a variação hormonal das cadelas. Portanto, quando castradas, elas não vão ter ciclos estrais. 

Se você não deseja que sua cadela tenha filhotes, a castração é sempre uma ótima indicação. Com diversos benefícios para a saúde dos animais, ela evita até mesmo o surgimento de doenças. 

O ideal é que ela seja feita antes da maturação sexual, ou seja, antes do primeiro ciclo. Mas consulte o médico veterinário responsável por sua cachorrinha para ter os direcionamentos corretos e personalizados para ela. 

E agora, entendeu como funcionam os ciclos de sua cadela e as diferenças em relação a menstruação? A gente espera que sim! Caso você ainda tenha alguma dúvida sobre o tema se as cadelas mentruam, é só mandar pra gente aqui nos comentários. Obrigado e até a próxima!



guilherme rezende

Guilherme Rezende

Médico Veterinário formado pela Universidade Federal de Minas Gerais (UFMG). Pós graduado em Clínica Cirúrgica de Pequenos Animais pela Universidade Castelo Branco (UCB).

Cofundador da Plataforma Clube dos Bichos.

fabiano carregaro

John Doe

Médico Veterinário graduado pela Universidade de Brasília (UnB).
Mestre em Ciências Veterinárias pela Universidade Federal do Rio Grande do Sul (UFRGS).

Cofundador da Plataforma Clube dos Bichos.


Referências bibliográficas:

SILVA, L. D.; LIMA, D. B. Aspectos da fisiologia reprodutiva da cadela. CONERA, 2018.

DA SILVA, E. I. C. Fisiologia do Ciclo Estral dos Animais Domésticos. Universidade Federal Rural de Pernambuco. 2020.

LUZ, M. R.; SILVA, A. R. Reprodução de Cães. Editora Manole, 2019.

Clique para comentar

Deixe uma resposta

%d blogueiros gostam disto: