Fique conectado

Vida de bicho

Árvore para gatos: 8 dicas para ter um natal mais seguro.

Equipe Clube dos Bichos

Publicado

em

arvore-para-gatos

Como passar esse natal fazendo excelentes escolhas para uma “Árvore para gatos”? Mantenha seu momento de festa sem deixar seu amigo peludo em risco e/ou estressado.

Os acessórios de Natal são bastante chamativos, o que acaba por atrair a atenção dos gatos – que adoram brincar e se aventurar com objetos desconhecidos. Por serem naturalmente curiosos, os bichanos não conseguem resistir a junção de cores, luzes e muito brilho que os enfeites natalinos têm.

Esse comportamento se justifica devido ao instinto caçador presente nos gatos, e a árvore de Natal é o ápice para eles demonstrarem essas habilidades. E não importa o tamanho da árvore, o objetivo é sempre o de capturar a presa de qualquer jeito!

E antes que você dê uma bronca no seu pet por ter bagunçado a árvore de Natal da família, tenha em mente que os objetos, quando estão suspensos, instigam os gatos a caçar. Desse modo, luzes piscantes lembram a eles presas em movimento; a estrela no topo da árvore é a maior presa que os gatos podem capturar.

Por isso, você deve garantir a segurança de seus bichinhos, já que quedas de árvores e enfeites podem causar lesões graves. Então, para que não precise pendurar sua árvore de Natal no teto ou colocá-la em um cercadinho, separamos aqui 8 dicas para você preparar uma árvore a prova de gatos, sem prejudicar a saúde do animal e deixar a decoração natalina segura!

Escolha da árvore

Dê preferência as árvores sintéticas; os galhos das árvores naturais podem ferir a pele de um gato curioso demais. Além disso, o bicho pode ingerir algumas folhas e acabar intoxicado, dependendo da espécie da árvore.

Tamanho da árvore

A árvore pequena é mais segura que a versão grande, já que o tombo será menor; caso seu gatinho tente saltar, menos enfeites cairão com ele.

Base forte e sólida

Reforce a base da sua árvore e o início do tronco usando papel alumínio. Os gatos não gostam de entrar em contato com esse material, seja para arranhar ou pisar – suas patinhas grudam no papel e isso causa um pouco de desconforto.

Escolha do local

Reserve bastante espaço ao redor da sua árvore, e não a deixe próxima a objetos que o gato possa escalar e saltar, visto que posicionar a árvore junto de prateleiras ou estantes é deixar com que o bicho as use como trampolim, saltando sobre a árvore de Natal.

Decore a árvore gradativamente

Ao invés de montar tudo de uma vez e atiçar os instintos do seu bichano, experimente montar a decoração aos poucos; o objetivo disso é fazer com que o gato se acostume com os itens e diminua o interesse em chegar perto deles.

Escolha enfeites menos atraentes para o gato

arvore-para-gatos

Itens feitos de papel ou feltro são a melhor opção para decorar sua árvore, pois se o item cair, não irá quebrar. Bolas natalinas devem ser de plástico mais resistente, para que também não quebre com facilidade e machuque seu gatinho.

Um enfeite que é praticamente proibido em uma casa com gatos é o festão de Natal; ele é muito perigoso pois os bichos podem engolir o material, o que pode causar asfixia e obstrução intestinal.

Cuidados com fios e lâmpadas

A árvore de Natal só fica completa quando está acesa, não é mesmo?! Mas os fios podem ser tentadores para os gatos curiosos. Passe uma fita para esconder os fios, impedindo assim que o animal tenha acesso a fonte de energia e a tomada.

Lembre de sempre desligar as luzes quando não houver um adulto para supervisionar a casa.

Não reforce o comportamento

É muito fofo e divertido assistir um gatinho tentar pegar um objeto que está no alto, mas incentivar esse tipo de atitude pode comprometer sua decoração de fim de ano, já que o bicho se acostumou com esse modo de agir.

Quando seu gatinho manifestar essa vontade, procure os brinquedos que ele mais gosta e tente redirecionar a atenção dele para esses objetos.

Agora que você fez o que podia para proteger sua árvore de Natal e criar um ambiente mais seguro para seu gato, é só relaxar e aproveitar as festas!


VEJA TAMBÉM:


Como cuidar de gato: alimentação, higiene e ambiente.

Escova de dente para gatos. E gato escova dente?

Gato espirrando, o que pode ser?


guilherme rezende

Guilherme Rezende

Médico Veterinário formado pela Universidade Federal de Minas Gerais (UFMG).
Pós graduado em Clínica Cirúrgica de Pequenos Animais pela Universidade Castelo Branco (UCB).


Cofundador do site Clube dos Bichos.

fabiano carregaro

Fabiano Carregaro

Médico Veterinário graduado pela Universidade de Brasília (UnB).
Mestre em Ciências Veterinárias pela Universidade Federal do Rio Grande do Sul (UFRGS).

Cofundador do site Clube dos Bichos.


Fonte:

Clique para comentar

Deixe uma resposta

%d blogueiros gostam disto: